Multilang

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Cultivo do Moyashi – Método I (Growing Moyashi – Method I)


O broto do feijão moyashi ou feijão mungo é muito utilizado na culinária oriental, cozidos ou refogados com carnes e verduras. Um omelete com broto de feijão, no café da manhã, cai bem. Contem sais minerais, vitaminas do complexo B, C e fibras.

O consumo da soja, moyashi, azuki e até nosso tradicional feijão, todos da mesma família, é assunto polemico quando se refere aos seus malefícios e benefícios à saúde humana.

Sobre o broto de moyashi, uma das recomendações que tenho lido é que não se deve consumir cru.

Para não ficar rebobinando a polêmica, acho que cada um deve formar o seu próprio juízo do que é bom e ruim, pois muita gente que consome hortaliças e frutas, acreditando ter alimentação saudável, nem sabe se a origem delas é confiável.

A seguir apresento um roteiro de como produzir broto de feijão moyashi, em casa, pois trata-se de um processo simples, voltado para quem deseja colher quantidade suficiente para o consumo familiar. Aprendi esse método de cultivo, num programa da TV japonesa, a NHK, fazendo algumas adaptações.

Depois de ler esta técnica, que tal ler a nova postagem: Cultivo do Moyashi - Método II (http://cultivozen.massahiro.com/2013/08/cultivo-do-moyashi-metodo-ii-growing.html)?

Material Necessário

A seguir a lista dos acessórios usados, material que a maioria já dispõe em sua própria cozinha, e sobre a aquisição do feijão moyashi:

1. Feijão moyashi para brotos é um grão de coloração verde musgo, a mais comum, vendido em pacotes de 1, 2 e até 5 kg, nas lojas de produtos japoneses, na Liberdade, em São Paulo, ou nas lojas especializadas de sementes de hortaliças;

Para se produzir 200 gramas de brotos de feijão, utilize 50 ml de grãos do feijão moyashi, pesando em torno de 40 g. O volume de 50 ml equivale ao do copinho de plástico pequeno para café;

2. Vasilhame plástico de 1000 ml, transparente, do tipo utilizado em micro-ondas e freezer, não necessitando da tampa;

A medida do vasilhame que utilizei tem diâmetro superior de 15 cm, diâmetro inferior de 12 cm e altura de 9 cm, aproximadamente;

3. Peneira de plástico para cozinha, medindo pelo menos 16 cm de diâmetro de boca, pois essa dimensão facilita o manuseio durante o cultivo;

4. Bacia plástica para cobrir o cultivo, evitando a incidência de luz aos grãos, durante a brotação, também para manuseio dos grãos e brotos, durante o processo. O tamanho dessa bacia é que envolva com folga vasilhame plástico do cultivo. Cor da bacia deve ser de tonalidade escura.

Profundidade mínima da bacia, considerando a altura do vasilhame utilizado no caso, deve ter pelo menos 12 cm;

Etapas para o cultivo dos brotos de moyashi

I – Preparo dos grãos de Moyashi:

Com o volume de 50 ml de grãos, retire os grãos que apresentarem coloração fora do padrão, mal formados e quebrados.

Deixe os grãos de moyashi, em molho na água durante 36 horas, dentro da bacia, com o nível da água atingindo dois dedos acima dos grãos. Nesse período, a água deve ser substituída de 8 em 8 horas, aproximadamente, ou melhor, circule a água até que ela se apresente bem limpa, com auxílio da peneira para evitar que os grãos escoem juntamente com a água.


Figura 1 - Início do processo.

No final de 36 horas, pode-se reparar que a grande parte da casca dos grãos, a parcela verde da semente, estará solta, então retire as cascas com o auxílio da peneira e da bacia. Parte dos grãos não chega soltar as cascas, mas não tem problema. Pode ser visto que alguns grãos já apresentam o início da emissão de raiz.


Figura 2 - Grãos após 36 horas em água e peneiradas as cascas. 
Alguns grãos ainda permanecerão com a casca.


Manuseie os grãos com cuidado, evitando que mesmos não se separem ao meio, caso isso aconteça, a brotação ficará prejudicada;

Cultivation of Moyashi Bean Sprouts - Method I

The bean sprouts or moyashi is widely used in oriental recipies, while poached or sauteed, served with meats and other vegetables. An omelet with moyashi, at breakfast, is marvelous. It contains minerals, B-complex vitamins, C vitamin and fiber.

The consumption of soy, moyashi, azuki and even our traditional beans, all from the same family, is polemical subject when referring to their harm and benefits to human health. But it is generally not recomended eating raw moyashi.

The following text presents a roadmap of how producing moyashi bean sprouts at home (because it is a simple process), directed to those who wish to harvest enough for a family consumption. I learned this method of cultivation on a Japanese TV program at NHK and made some adjustments.

After reading this technique, what about reading its upgraded version: Growing Moyasi - Method-II (http://cultivozen.massahiro.com/2013/08/cultivo-do-moyashi-metodo-ii-growing.html?lang=en)?

Material Required

The following accessories are commonly found at one's kitchen. Also, it is recomended paying attention while acquiring the moyashi bean:

1. Bean for moyashi is (commonly) moss green grain, sold in packages of 1 to 5 kg (2 to 10 lbs), at special (japanese) stores. To produce 200 grams (0.44 lbs) of moyashi, use 40 g (1.41 oz);

2. 1000 ml (35 oz) plastic containers and transparent (cover not needed). The containers I used present a upper diameter of 15 cm (6 in), bottom diameter of 12 cm (4.7 in) and 9 cm (3.5 in) of height, all approximately.

3. Plastic sieve measuring at least 16 cm (6.3 in) in diameter, because this dimension facilitates handling during cultivation;

 4. Plastic bowl for covering the moyashi, in order to prevent the incidence of light over the grains. It must be larger than the pastic containers in order to involve it (at least 4.7 in). And it MUST be black.


Steps for Growing Moyashi

I – Seed Preparation:

Remove the beans that have non-standard coloration, ill-formed and broken.

Leave the moyashi beans in water for 36 hours inside the bowl, with the water level at two fingers above the beans. During this period, the water must be replaced from 8 to 8 hours.

Figure 1 - The beginning.

At the end of 36 hours, one can notice that the bark of the beans (the green portion of the seed) will be loose: remove the them using the sieve and bowl. Part of the grains does not drop the barks, but there is no problem all.


Figure 2 - Grains after 36 hours in water and sieved the shells.

Handle the beans carefully so that they do not split, if it does, the sprouting will be affected;




II – Brotação:

Lavar e depois escaldar o vasilhame de 1000 ml, com água quente, se for aproveitar vasilhame já usado;

Os grãos, depois de retiradas as cascas, mais os grãos que não liberaram as cascas vão para o vasilhame de 1000 ml, e o vasilhame deve ser coberto com a bacia de boca virada para baixo, de modo que não entre luminosidade no vasilhame. A partir daí, nessa fase de brotação, os grãos deverão ser apenas umedecidos;


Figura 3 - Início da fase de brotação no vasilhame de 1000 ml.

Observar que fica sem água no fundo do vasilhame. Coloque o vasilhame embaixo de uma bacia ou caixa de papelão.

A partir daí, de 8 em 8 horas, aproximadamente, coloque o vasilhame embaixo de uma torneira e circule água 3 vezes, depois retire toda água, para manter os grãos apenas umedecidos. Retorne o vasilhame embaixo da bacia novamente;

Figura 4 - Depois de 24 horas de colocados no vasilhame de 1000 ml, 
desenvolvem-se as raízes.


A partir daí chegará uma etapa em que os grãos e brotos se entrelaçarão, ficando mais fácil circular e retirar a água.

Figura 5 - 40 horas depois de colocado no vasilhame. 

Depois de 40 horas, os grãos começam a adquirir uma tonalidade avermelhada vinho, quando o caule começa a se desenvolver e começa aparecer parte das folhas.

Figura 6 - 48 horas depois dos grãos serem colocados no vasilhame. 


Após as 48 horas, os brotos já estarão chegando ao topo do recipiente.

III – Colheita:

No final do 4º dia (ou 96 horas), a partir de que os grãos foram colocados em molho na água (64 horas no vasilhame), os brotos de moyashi estarão prontos para colheita e consumo.

Figura 7 - Brotos ultrapassando a altura do vasilhame.

Se desejar brotos menores a colheita pode iniciar com 56 horas no vasilhame, mas observe se, pelo fundo, os brotos estão a seu gosto, por esse motivo se recomenda o uso do vasilhame transparente.

Somente lave os brotos e retire as cascas daquilo que irá consumir em seguida. Se for guardar parte dos brotos, para consumo posterior, não devem ser mais molhados, para evitar o apodrecimento das folhas, dentro da geladeira. Coloque os brotos em um plástico opaco ou, se transparente, embrulhe com um jornal, para que não continue o desenvolvimento dos brotos.



Figura 8 - Colheita na bacia. 

Observe que, nesta última etapa, a colheita está apenas umedecida e não encharcada de água.

Dicas

Na hora de comprar os grãos de moyashi, confirme de que se trata de sementes apropriadas para brotos. Compre apenas grãos de coloração uniforme, no caso de feijão verde, os grãos com coloração mais escura podem não germinar ou apodrecer durante o cultivo. Adquira pouca quantidade de grãos, pois com o tempo a semente vai perdendo o poder de germinação, se mal acondicionada;

Os tempos apresentados das etapas podem variar um pouco, dependendo do clima.

Os brotos guardados em geladeira, antes de cozer, podem durar uma semana ou pouco mais.

Antes de consumir, deixe os brotos em molho na água, por 1 ou 2 horas, para reidratar, lavar e facilitar a retirada das cascas remanescentes.

Coloque água numa panela e quando iniciar a fervura coloque os brotos lavados. Depois de 2 minutos ou mais vai notar que a coloração das gêmulas (parte da semente que continua no broto) vai mudar. Retire e passe numa peneira e jogue água fria para que os brotos se tornem crocantes, na hora de consumir.

Se desejar cultivar 100 ml de grãos, para obter 400 g de brotos, recomenda-se utilizar dois vasilhames de 1000 ml, pois utilizando apenas um vasilhame, existe a possibilidade de ocorrer perdas de grãos não germinados no fundo do vasilhame, como aconteceu no primeiro teste de cultivo que realizei.

Se for cultivar mais de um vasilhame, melhor utilizar um caixa de papelão para cobrir os vasilhames durante a fase de brotação.

Nas diversas tentativas para o cultivo do broto de moyashi, cheguei a um método mais trabalhoso, mas que pode ser praticado visando produção de brotos em escala maior, método que pretendo apresentar em postagem futura.

O cultivo do broto de moyashi utiliza muita água, portanto para não desperdiçar a preciosa água, utilize um balde água para sua coleta no processo e depois aproveitar para rega das plantas.

Mais Cultivo Zen

O Cultivo Zen te inspirou a iniciar o plantio de alguma hortaliça? Já tem uma horta em casa e cultiva outras plantas? Mande suas fotos para cultivozen@gmail.com, pois algumas serão selecionadas e postadas, dando crédito aos seus respectivos autores.



II – Sprouting:


Wash and after scalding the 1000 ml containers with hot water, if it is to take advantage of already used containers; Second step is moving the seeds to the 1000 ml (35 oz) plastic conatiners; they must be covered with the black plastic bowl facing downwards, so the light does not enter in the container. If reusing the pastic container, wash it with boiled water then wash.

From here on, the beans must be kept humid, but avoid water retention.

Figure 3 - The sprouting start. Note that there is no water at the bottom of the container.

Each 8 hours, place the container under tap and circulate water 3 times, then remove all the water, keeping the beans just moistened. Return the container to the Bowl again.

Figure 4 - 24 hours inside the pastic container.

From there, moyashi will be very connected, making it easier to circulate and remove water.


Figure 5 - 40 hours inside the pastic container. 

After 40 hours, the beans begin to acquire a wine-reddish color, when the stem begins to develop and the leave start to appear.


Figura 6 - 48 hours inside the pastic container. 

After the 48 hours, the buds are already reaching to the top of the container.

III – The Harvest:

At the end of the 4th day (or 96 hours), since when the beans were placed into the bowl with water (or 64 hours inside the pastic container), moyashi sprouts will be ready for harvest and consumption.

Figure 7 - Sprouts passing the height of the container.

If you want smaller sprouts, the harvest can start with 8 hours earlier. Using transparent plastic container makes it easiers to inspect and select the appropriate moment. Only wash moyashi and remove the seed coat before consuming. When saving the sprouts for later, they must not be wet, otherwise the leaves can get rotted. Place moyashi in a virgin plastic wrap bag and wrap it with a newspaper, avoind the sprouts development.



Figure 8 - The harvesting. 

Note that at the last step, the sprouts are only moistened and there is no water retention.

Tips

When purchasing of moyashi, confirm that it is appropriate for seed sprouts. Buy only uniform grain. When dealing with green beans, darker seeds may last longer to grow. Get a small amount of grain, because as time passes the seed will lose the power of germination; The timing presented may vary slightly, depending on the weather. The sprouts stored in refrigerator can last a week or more.

Before consuming, leave the sprouts in the water for 1 or 2 hours, for rehydratation; washing eases the withdrawal of the remaining seed covers.

For cooking, put water in a pan and when it starts to boil place the washed sprouts; After 2 minutes or more you will notice that the colour of gemmule (the part of the seed that remains in the sprout) will change. Remove from the pan, washing in cold water.

 If you want to cultivate 100 ml, for 400 g of shoots, it is recommended that you use two 1000 ml containers because using just a container, there is a possibility of non-germinated grain losses occur at the bottom of the container, as happened in the first test of cultivation that I performed.

In the various attempts to grow the moyashi, I came to a more labor-intensive method, but that can be practiced to produce in larger scale; I intend to present it in a future post.

More Cultivo Zen

Has Cultivo Zen inspired you to start planting? Do you already have a garden at home and cultivate other plants? Send your photos to cultivozen@gmail.com, because some will be selected and posted, giving credit to their respective authors.

3 comentários:

  1. Muito legal seu método, tenho um parecido e estou testando a ação do cloro que além de higienizar tbm auxilia a remoção da casca.
    Meus primeiros brotos ficaram com a raiz escurecida, creio que seja porque não houve a retirada das cascas e alguma enzima nela escureceu a raiz, eles tbm costumam ficar clorofilados, deve ser pq minha pia tem incidência direta do sol e geralmente levo uns minutos para lavar todos e deixo escorrendo no escorredor de pia, somente depois os cubro com um saco plástico deixando abertura para o ar. Enfim mandarei fotos pq quero compartilhar minhas experiencias. Parabéns pelas suas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda,

      Agradecemos seu contato.

      Gostaríamos que tivesse acesso ao Cultivo do Moyashi Método-II, que foi publicado hoje. Faz referência justamente sobre as cascas dos grãos e antecipação da colheita em relação ao Método-I, além do novo método ser mais fácil. Nesse Método-II não retiramos as cascas, pois podem ser retiradas apenas na hora do consumo.

      Caso tenha fotos e informações que queria compartilhar, basta entrar em contato.

      Abraço.

      Excluir
  2. Oi pessoal sabem me dizer onde consigo comprar o feijão moyashi atraves de algum site?Moro longe de são paulo .

    ResponderExcluir