Multilang

segunda-feira, 18 de março de 2013

Horta Básica em Casa ou Apartamento

Faz em torno de cinco anos, por falta de espaço em casa, comecei a cultivar algumas leguminosas em vasos e jardineiras. Motivação de cultivar surgiu quando assisti a alguns programas de TV, então me interessei sobre o assunto, adquiri alguns livros sobre cultivo de hortaliças, passei a plantar e não parei mais.


  A estória é que tive muito mais insucessos do que de sucessos, apesar de apanhar muito, algumas coisas que aprendi, esse pouco de sucesso, me trouxe muita satisfação, aprendizagem que gostaria de compartilhar com os internautas.


Além de cultivar plantas, aprendi a fazer tofu e natô, após várias tentativas a coisa deu certo. Outro desafio foi plantar broto de feijão (moyashi), que me custou algumas tentativas, mas que acabou também dando certo.


Atualmente, com a internet, as opções de consultas sobre olericultura são inúmeras, os sites de profissionais e entidades especializados apresentam muitos trabalhos interessantes.


O foco desse blog vai ser a horticultura em vasos ou jardineiras, que atenda ao consumo de uma família pequena, beneficiando-se de uma alimentação mais sadia, sem uso de defensivos agrícolas. Não posso dizer que é orgânica, pois utilizo NPK, Ca++ e mais matéria orgânica para reabastecer os vasos utilizados para o plantio.


Aqui no Nordeste, para quem inicia uma horta caseira, acredito que seja o clima o maior entrave, porque a maioria das culturas foi desenvolvida para o clima tendendo ao temperado.


Para iniciar, vou passar um roteiro de dicas para produzir o natô em casa, porque a matéria estava quase pronta, já havia montado umas dicas para os amigos interessados na produção do natô caseiro. Quem mora em São Paulo tem disponível esse produto no comércio, mas aqui em Aracaju a gente tem que se virar.


Um comentário:

  1. legal.. na minha infãncia, fazíamos tudo em casa.. shoyu, missO e natoo.. tudo precisa da |"sementinha\", ne|||||||||||||||?

    ResponderExcluir