Multilang

sexta-feira, 26 de julho de 2013

O Cultivo do Inhame Tororó (Growing Nagaimo)

O plantio do inhame tororó coincide com o final da colheita, entre o inverno e primavera. São dois métodos tradicionais de obter mudas do inhame: com os tubérculos menores da colheita ou através parte do topo dos inhames maiores, donde brotam os ramos e as raízes (a parte inferior é lisa).

Preparo da semente

Cortar o topo do inhame (parte mais afilada, oposta à base, que é arredondada), juntamente com uns 3 cm do tubérculo ou mais.
Figura 1 – corte do topo do inhame.

Deixe em local sombreado de 2 a 3 dias, para que face cortada fique seca, evitando a infestação de insetos, que pode ocorrer se plantada a semente em seguida do corte.
Figura 2 – Topo do inhame com corte já seco.

Coloque esse pequeno tubérculo ou o pedaço do topo do inhame em um vaso pequeno, de 0,5 a 2 litros, dependendo do tamanho da semente. Caso seja um pedaço de topo, coloque o lado cortado para baixo.
Figura 3 – Disposição de sementes em vaso para enraizamento.

The tororo yam is planted and harvested between winter and spring, that is growing cycle span an year. There are two traditional methods to obtain seedlings of the yam: using smaller tubers or through the top part of larger yams.

Preparing the seed

Cut the yam top (the thinner and less-rounded side), along with a 3 cm (1.2 in) tuber or more.
Figure 1 – Top of yam cut for seeding. 

Leave in a shaded spot between 2 and 3 days, so that the cut face get dry. Doing so, we prevent insect infestation, which can occur when planting the seed just after the cut.
Figure 2 – Top cut already dry.

Place this piece of yam (or the entire small tuber) in a 0.5 to 2 liters (16 to 68 fl oz) plant pot, depending on the size of the seed. If it is a slice of the top, place the cut side facing down.
Figure 3 – Placing seeds in pots for rooting.


Cubra complete com terra ou pó de coco e coloque em ambiente meio sombreado, aguarde um tempo, regando regularmente, para iniciar a brotação.
Figura 4 – Sementes de inhame tororó já cobertas.

Quando a muda tiver 3 folhas ou mais, pode ser replantada em vaso definitivo. No nosso caso, foi feito o plantio dos tubérculos menores (5 cm de comprimento) no mês de julho, em vasos.

Esse tempo de brotação varia muito, dependendo da época de plantio, tipo e estado de conservação da semente. Tenho caso de inhame plantado no mês de abril, com brotação iniciada em 17 dias, e outro caso de tororó plantado em julho, com brotação iniciada em 10 dias.

Plantio em vaso

Como é prático consumir os tubérculos de tamanho médio, planto 3 sementes por vaso de com capacidade de 20 litros, como no exemplo a seguir.
Figura 5 – Replantio das mudas, em vaso de 20 litros.

No fundo do vaso coloque uma tela de nylon ou sombrite, coloque uns 4 cm de areia média e mais uma tela cobrindo a areia, pois o inhame desenvolve muitas raízes no fundo, podendo entupir os furos de drenagem. Complete com terra adubada com adubo orgânico, tendendo a arenosa até 1/3 da altura do vaso;

Coloque as sementes e complete com terra, deixando apenas os ramos descobertos, e deixe em local ensolarado e regue com frequência. Como se trata de uma trepadeira, providencie apoio para os ramos da planta.

Mensalmente, pode ser colocado ½ colher de sopa de NPK e 1/3 de calcário, sendo a adubação colocada mais na borda do vaso, mas nunca junto ao caule.
Figura 6 – 15 dias depois do replantio.

Colheita

Depois de 7 a 9 meses, as folhas começam a secar – como ocorre em muitas plantas que cultivamos para obter os tubérculos – então já está na hora da colheita.
Figura 7 – 338 dias após o replantio. Alguns tubérculos chegando a 20 cm.

Se plantar mais de um vaso, faça a colheita apenas do que vai se consumir. Regar o vaso com os tubérculos não colhidos, de vez em quando, para manter a terra com um pouco de umidade, além de não perder o sabor, não gasta energia mantendo o tubérculo na geladeira.

Depois de colhidos os tubérculos, retire com cuidado a terra até o fundo do vaso e vai deparar com muitas raízes. Repique essas raízes com uma tesoura de poda e misture com a terra da colheita, acrescentando esterco de gado curtido e calcário. Coloque uma cobertura em cima do vaso, jogando sempre um pouco de água, para manter a terra com umidade. Depois de um mês essa terra estará pronta utilizar em outra cultura.

Um terceiro método para obter mudas de tororó

Mudas de muitas plantas são conseguidas através de estacas, então tentei outro método para obter mudas do inhame tororó, através dos seus ramos. Para o tororó, esse método é viável, mas a colheita leva dobro do tempo, pois no primeiro ano os tubérculos não chegam atingir um tamanho ideal para o consumo.

Para fazer mudas com ramos, cortar um trecho com 4 folhas.
Figura 8 – Ramo retirado da planta.

Retirar as folhas inferiores cortando rente ao ramo e as folhas superiores devem ser podadas, deixando apenas uns 3 cm de folha a partir do ramo.
Figura 9 – Ramo com folhas podadas.

Plante em um copo com furos no fundo e coloque em local sombreado, mas com iluminação natural. Regue para que a terra não fique seca.
Figura 10 – Ramos plantados em copos de 200 ml.

Após 78 dias depois do plantio, foi constatado que as estacas com folhas verdes apresentaram enraizamento.
Figura 11 – Ramo com raiz desenvolvida.

O replantio pode ser feito em vaso ou numa jardineira.
Figura 12 – Desenvolvimento das plantas, 287 dias depois do replantio.

Colheita após 366 dias, mas os tubérculos são pequenos, não chegando a 10 cm.
Figura 13 – Tubérculos da primeira colheita.

Esses pequenos tubérculos deverão ser plantados para consumo na próxima colheita.

Dicas e algumas observações

No plantio em maior escala, o topo do inhame pode ser seccionado em 2 a 4 partes, para maior produção de mudas.

Para adquirir o tororó, procure no mercado onde vendem hortaliças consumidas pelos japoneses e seus descendentes e pergunte mesmo por tororó ou nagaimo.

Mais Cultivo Zen

O Cultivo Zen te inspirou a iniciar o plantio de alguma hortaliça? Já tem uma horta em casa e cultiva outras plantas? Mande suas fotos para cultivozen@gmail.com, pois algumas serão selecionadas e postadas, dando crédito aos seus respectivos autores.


Complete with soil and place in a half shaded spot watering it regularly.
Figure 4 - Tororo seeds already covered.

At the time the seedling develops 3 or more leaves it may be planted to the final pot. The time it takes to develop shoots may vary depending on the season, type and condition of the seed. Once I planted it in April and shoots started to develop in 17 days, and another case Tororo planted in July developed in 10 days.

Planting in pots

Given that it is convenient to consume medium sized tubers, I usually plant 3 seeds in each 20 liters (5 gal) pot, as in the following example.
Figure 5 - Replanting seedlings in 20 liter (5 ga) pot.

At the bottom of the pot put a nylon fabric; add about 4 cm (1.5 in) of medium sand over that fabric; add another nylon fabric covering the sand, because yams develop deep roots and can block the drainage holes.

Complete with organically fertilized soil up to 1/3 the pot height. This soil should look sandy.
Place the seeds and fill with soil, leaving the branches uncovered, and place at a sunny spot, watering on regular basis. Since we’re talking about a vine, provide support for the branches.

Each month you can add half tablespoon of NPK and one third of a tablespoon of lime, placing than at the borders of the pot, and never close to the stem.
Figure 6 - 15 days after replanting the seedling. 

Harvesting

Between 7 and 9 months the leaves start to get dry – this is a common fact in plants that grow tubers – now it's time to harvest.
Figure 7 - 338 days after replanting: some tubers were 20 cm long.

If you choose to plant more than seedlings in each pot, pick only the tubers that you are going to consumed. Watering the soil from time to time, in order to keep it moist, prevents that tubers miss the taste, but also saves energy from maintaining them in the refrigerator.

Once you have harvested all the tubers of a pot, carefully remove the all soil cut the roots into shreds and add manure and lime; Put a cover on the pot, and always water it to keep the soil moisture. After a month the soil will be ready to use in another culture.

An alternative method to obtain seedlings of Tororo

One can replicate many plants through cuttings, so I tried to obtain Tororo seedlings in a similar fashion using branches. For Tororo, this method is feasible, but the harvesting takes two times longer than the previous methods, for tubers don’t reach ideal size for consumption after a year. But it is an interesting technique for large scale production.

So, let’s start: pick a 4 leaves branch;Mudas de muitas plantas são conseguidas
Figure 8 – Branch picked for seedling.  

Remove the lower leaves by cutting close stem and prune part of top leaves should be pruned.
Figure 9 – Bottom leaves removed and top ones pruned.

Plant the seedling in a cup (pierce some holes at the bottom) and place in a shaded spot, but with natural lighting, watering regularly.
Figure 10 – Branches planted in 200 ml (7 fl. oz.) cups of.

After 78 days, many shoots developed roots.
Figure 11 – Seedlings developed roots.  

The replanting can be done in pot or planter.
Figure 12 - Development of plants, 287 days after replanting. 

Harvest after 366 days, but the tubers are smaller than 10 cm (4 in) long.
Figure 13 – First harvested tubers from replicated tororo.

These small tubers are not for consumption and should be planted as explained at the start of this post.

Tips

When planting for larger scale production, the top of the yam can be sectioned between 2 and 4 parts, to increased production of seedlings.

Tororo can be purchased at markets specialized on vegetables consumed by the Japanese. You should ask for Tororo or nagaimo.

More Cultivo Zen

Has Cultivo Zen inspired you to start planting? Do you already have a garden at home and cultivate other plants? Send your photos to cultivozen@gmail.com, because some will be selected and posted, giving credit to their respective authors.

Nenhum comentário:

Postar um comentário